Por que existem diferenças entre o português brasileiro e o europeu?

O português foi estabelecido como língua oficial do Brasil em 1758. Nessa época o contacto com povos indígenas e escravos africanos já havia alterado a língua falada por aqui. “Os africanos que chegaram como escravos não frequentavam escolas. Portanto aprendiam português na oralidade, criando diferenças em relação à língua original”, diz a linguista Rosa Virgínia Matos e Silva, da Universidade Federal da Bahia.

Mais tarde, no final do século 19, chegaram ao Brasil imigrantes europeus e asiáticos, que promoveram novas mudanças na forma de falar do brasileiro. Noutras colónias portuguesas, como Angola e Moçambique, a mistura de povos foi menos intensa e a independência ocorreu há muito menos tempo. Por isso, fala-se um português mais parecido com o europeu, embora também existam sotaques regionais.

A população brasileira, quando comparada com a população dos demais países lusófonos, é bem maior, o que significa que o português do Brasil seja a variante do idioma mais falada, lida e escrita. Em países como Estados Unidos, Japão e, sobretudo, na América Latina, é ensinada a variante brasileira para estudantes estrangeiros da língua portuguesa.

Veja também 26 palavras Japonesas de origem Portuguesa.

Partilhas 0

Deixe um comentário